Desdobramento de metas: entenda a sua importância para a gestão!

desdobramento de metas entenda a sua importância para a gestão

Desdobramento de metas: entenda a sua importância para a gestão!

Planejar e definir metas pode parecer a chave para colher os resultados esperados a longo prazo na empresa, mas se olhar mais de perto, o gestor perceberá que talvez isso não seja o bastante.

Ser capaz de transformar o planejamento estratégico em realidade exige não só o engajamento da alta gestão, mas também de todos os níveis da empresa. E, para tanto, é necessário promover o devido desdobramento de metas em objetivos menores e melhor gerenciáveis que envolvam as equipes e comprometam a todos.

Para entender melhor como isso pode ajudá-lo a otimizar sua gestão, continue a leitura deste artigo. Confira!

O conceito de desdobramento de metas

Traçar metas é um meio estratégico para atingir, etapa por etapa, objetivos maiores em relação ao futuro da empresa. Tais metas podem estar relacionadas ao número de leads, ao reconhecimento da marca, ao aumento dos números, à expansão de filiais etc.

Na teoria, essa é uma forma eficiente de se alcançar um objetivo, mas, na prática, isso pode sair de maneira um pouco diferente. Isso porque, saindo da estratégia e entrando no estágio operacional, essas metas nem sempre chegam claras aos colaboradores, ou não são vistas como parte de algo maior.

Quando o colaborador não sabe porque ele deve fazer algo, dificilmente ele vai se empenhar tanto quanto se ele soubesse exatamente como sua ação imediata afetará o futuro da equipe e da organização como um todo.

É aí que entra o desdobramento de metas. Mais do que planejar os estágios que levam a um objetivo, é importante manter toda a equipe devidamente a par dele.

Nesse sentido, é importante dividir responsabilidades e explicar que os diferentes setores da empresa funcionam como engrenagens em prol do sucesso dos projetos, e, assim, fazer com que cada membro da equipe se sinta parte essencial do planejamento.

Metodologias para o desdobramento de metas

Atualmente, várias são as metodologias que servem para auxiliar na definição de estratégias e desdobramento de metas, por exemplo: o BSC (Balanced Scorecard), metodologia que visa alinhar a estratégia da empresa às operações por meio de indicadores atrelados aos objetivos estratégicos do negócio.

Existe também a sistemática OKR (Objectives and Key Results), que propõe a elaboração de objetivos que se relacionam entre si e, quando atingidos de maneira individual ou coletiva, contribuem para o alcance dos propósitos macro do negócio.

Outro método também muito comum é o PDCA. Um ciclo que, como tal, se baseia em um modelo de gerenciamento contínuo. Ou seja, as iniciativas planejadas e executadas são constantemente monitoradas quanto a efetividade, viabilizando intervenções adequadas sempre que necessário.

A seguir, as metodologias são apresentadas com maiores detalhes:

Balanced Scorecard (BSC)

O BSC é uma metodologia desenvolvida por professores da conceituada Harvard Business School.

Em síntese, o Balanced Scorecard (BSC) visa proporcionar o devido alinhamento entre o planejamento estratégico da empresa e suas demandas operacionais abrangendo todas as perspectivas da companhia (perspectiva financeira, perspectivas de processos internos, de clientes e perspectiva de aprendizado, crescimento e inovação).

Sendo que, para cada uma dessas perspectivas devem existir objetivos estratégicos atrelados, tendo como premissa serem factíveis e mensuráveis. Afinal, para cada um desses anseios existirão metas a serem monitoradas, viabilizando a aplicação de planos de ação em caso de desvio.

Objective and Key Results (OKRs)

Desenvolvida pela Intel, essa metodologia de definição de metas se tornou mais popular após ser aplicada pela Google no ano de 1999. Na sistemática do Objectives and Key Results (OKRs), os objetivos correspondem ao resultado qualitativo que se deseja atingir, enquanto que os Resultados Chave se referem às métricas ou indicadores que definirão se esse propósito foi ou não alcançado.

Uma das principais características dos OKRs é a simplicidade. Ou seja, os objetivos devem se traduzir em uma descrição sucinta do que se deseja alcançar, facilitando a compreensão e engajamento da equipe e, consequentemente, servindo para uma melhor definição dos resultados chaves que devem ser monitorados.

Ciclo PDCA

Vale dizer que manter uma rotina de acompanhamento dos objetivos estratégicos é muito importante para assegurar que eles estão sendo alcançados e também para desenvolver ações corretivas para os que não estão sendo atingidos.

Nesse quesito, o mapa estratégico é uma ferramenta de grande importância. Ele viabiliza o acompanhamento geral dos objetivos estratégicos, indicando o status daqueles que requerem maior atenção. Paralelo ao mapa estratégico, é possível aplicar o ciclo PDCA (Plan-Do-Check-Act). Com essa metodologia se pode elaborar e analisar os objetivos, interpondo planos de ação em casos de desvio.

É importante deixar claro que as metodologias acima apresentadas não têm o propósito de desenvolver o planejamento estratégico, mas sim otimizar as iniciativas de desdobramento de metas e a interação entre os departamentos da empresa.

O desdobramento de metas na prática

Para que o desdobramento de metas seja bem-sucedido, é necessário mais do que expor às equipes a relevância de cada um no processo, mas também oferecer formas para que os esforços devidos e a eficiência nos resultados sejam possíveis.

Um modo de promover isso é otimizar a comunicação entre os profissionais de diferentes setores. Desenvolver um canal de chat interno, por exemplo, auxilia na manutenção do contato entre as equipes, ao mesmo tempo em que ajuda no estreitamento dos laços entre eles.

Liderança versus colaboradores

Outra forma de trabalhar o desdobramento de metas é o líder participar ativamente do operacional como observador, quer dizer, não controlar somente os indicadores quantitativos, mas também monitorar as atividades dos colaboradores, dirimindo dúvidas, escutando sugestões e desenvolvendo novas soluções conjuntamente com a equipe.

Quando o gestor desenvolve uma atuação próxima, compartilhando suas experiências com as equipes, bem como agregando as vivências desses, isso ajuda a promover um melhor clima organizacional e mantém todos motivados, olhando juntos na mesma direção.

Enfim, desenvolver os objetivos estratégicos e promover o desdobramento de metas é o que, de fato, viabilizará que as metas sejam alcançadas e os resultados esperados sejam conquistados. Além disso, essas iniciativas tendem a gerar um maior comprometimento por parte dos profissionais da empresa, pois se torna mais evidente como cada um está contribuindo para o alcance dos resultados da empresa.

Entendeu como o desdobramento de metas pode te ajudar a alcançar melhores resultados em sua gestão? Pretende utilizar essa estratégia a seu favor? Compartilhe sua opinião com a gente nos comentários!

Compartilhe este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *